Compromisso com a verdade dos fatos

Bem-vindo ao blog Garimpando Palavras

sábado, 14 de maio de 2011

Cinco são presos por tráfico de drogas em Patos

Em uma ação conjunta de policiais pertencentes ao GTE (Grupo Tático Especial) da Polícia Civil de Patos e Serviço de Inteligência da PM, 05 (cinco) pessoas foram presas, dentre elas, três mulheres sendo que duas estão grávidas, acusadas de tráfico de entorpecentes. A prisão da quadrilha aconteceu na tarde desta sexta-feira (13).

Essa ação denominada “operação tempestade” tirou de circulação 22 pedras de crack, 01 (um) tablete de maconha (aproximadamente 150 a 200g) e mais 01 (uma) “trouxinha” com três dólares da mesma droga.

Foram presos e acusados de tráfico, Fábio dos Santos Gomes, 34 anos, residente no bairro da Vitória; Alberto Araújo Batista, 32 anos, residente no bairro das Placas; Vera dos Santos Gomes, 20 anos, “veroca”, residente no bairro da vitória; Fabiana monteiro de Oliveira, 27 anos, “a gaga”, também residente na Vitória e Rutmary dos Santos Silva, 19 anos, “meirinha” também do mesmo bairro, precisamente no “Beco da Cola”.

De acordo com o delegado regional da 5ª DRPC (Delegacia Regional da Polícia Civil), Cristiano Jacques, o grupo já vinha sendo monitorado pelos policiais. Eles infiltraram agentes de investigação disfarçados na comunidade e conseguiram capturar o bando. Foram autuados em flagrante e distribuídos nos presídios regionais.

O acusado Fábio dos Santos Gomes responderá ainda pelo crime de fabricação clandestina de fogos de artifícios. Com ele, a polícia apreendeu vasto material explosivo.

Mandado de Prisão

Três pessoas também foram presas na manhã desta sexta-feira graças a um mandado de Busca e Apreensão expedido pela Comarca de Campina Grande. Os três acusados foram pegos de surpresa pela Polícia civil de Patos com apoio da PM na cidade de Cacimbas.

José Vaniere Martins dos Santos, solteiro, 24 anos; José Givanilson Almeida pereira, 27 anos e o tio da dupla identificado por Damião Ferreira de Assis, o “dão”, 33 anos todos foragidos na cidade de Desterro de Teixeira.

Eles são acusados de um homicídio na cidade de Campina Grande a um jovem que não teve a identidade revelada em 2006, porém negam veemente a participação no crime. Só não conseguiram explicar para polícia por que saíram da cidade após ser decretada as prisões.

Eles foram trancafiados na carceragem da delegacia de Patos e em seguida entregues aos policiais que vieram da cidade de Campina Grande para removê-los para o Presídio Serrotão, onde aguardarão pronunciamento da justiça.

Texto e foto: Mário Frade (portalpatos.com)

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Vândalos impedem ação contra dengue em Patos


Um fato lamentável chocou a população de Patos na noite desta quinta-feira 12 e que merece reflexões da sociedade, dos pais de família. Enquanto fazia o trabalho de combate ao mosquito da dengue, na localidade bairro Frei Damião, um veículo, caminhoneta Ranger, da SES que está a disposição da 6ª Gerência Regional de Saúde. 

Eram 19h quando o veículo foi perseguido por três adolescentes em bicicletas. Eles atacaram à pedradas o carro fumacê, quebrando o vidro traseiro e ferindo seu condutor, Wamberto Wanderley, 64 anos e o operador Edimilson Medeiros, que tiveram ferimentos na cabeça.

Diante aquela situação, o motorista acionou a PM e seguiu os garotos até a residência de um deles, para informar aos pais do que havia acontecido. Os garotos ficaram argumentando que não havia sido eles que atacaram a pedradas o veículo e um dos pais, defendo seu filho, fez ameaças ao funcionário da SES, dizendo que se o mesmo o tivesse atropelado pagaria caro.

Temendo que algo lhe acontecesse, o senhor Wamberto procurou a Delegacia Regional de Polícia Civil, onde foi feito Boletim de Ocorrência. Esse não foi o primeiro ataque a carro fumacê no Sertão. Semana passada houve caso semelhante na cidade de Teixeira. A Secretaria Municipal de Saúde tomou providências de imediato e o fato não voltou a se repetir.
“É um ato insano praticado por jovens mal orientados. Esse trabalho visa justamente contribuir para o bem-estar da população, diminuir os riscos da dengue”, comentou Eugênio Pacceli, da Vigilância Ambiental.

Ascom

Prefeitura de São José de Espinharas valoriza profissionais da educação


Após longa avaliação de sua contabilidade e reuniões com o Sinfemp – Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região, a Prefeitura de São José de Espinharas conseguiu emplacar uma proposta de aumento do magistério público que agradou a classe dos professores, que passa a receber seus vencimentos com aumento de 17,11%, retroativos a janeiro deste ano. Os vereadores de situação e oposição também foram favoráveis a essa proposta.
A folha de pagamento de R$ 65 mil pula para R$ 82 mil, atingindo 60% dos recursos do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação). Os outros 40% são aplicados em melhorias de equipamentos, qualificação profissional, dentre outras ações. Ficou decidido com os professores que o valor do retroativo será pago em oito parcelas, inseridas nos contracheques.
Para o prefeito Ricardo Wanderley o aumento salarial melhora a autoestima dos profissionais. Explicou que para a categoria de professores é fundamental que receba, não apenas esses reajustes que lhes são garantias trabalhistas, mas que haja constante capacitação para torná-la cada vez mais eficaz no cumprimento de tão importante função social. “Imagine o mundo sem a figura do professor. Como poderíamos ter outros profissionais sem a presença do professor para formá-los? Por isso temos muito respeito por eles, como também com os demais servidores. Para São José funcionar, crescer, precisa do empenho, da qualificação de todos nossos servidores”, explicou Ricardo Wanderley, que também comemorou junto a equipe de governo, o fato da classe beneficiada ter saído satisfeita com a proposta apresentada pela gestão municipal.
O presidente do Sinfemp, José Gonçalves, destacou a boa vontade de Ricardo, que repassou relatórios do pagamento dos professores dos quatro meses deste ano, dando prova da transparência e organização com que sua equipe de trabalho atua. Também falou da importância do acesso sobre informações dos setores em que os servidores estão trabalhando, se estão em desvio de função ou não, se realmente tem condições de conceder o aumento ou não, para que o Sindicato pudesse ver a situação de cada servidor, construir uma proposta  viável e que agradasse a todos.
Para Ricardo, tem sido importante a luta do Sinfemp na condução da luta sindical, algo que contribui bastante para o bom andamento da administração municipal, pois facilita o processo de discussão e acordos com os servidores para que a máquina administrativa funcione melhor. (Marcos Eugênio)

Deputados derrubam veto de governador e exigem diploma para contratação de jornalistas

Após vários adiamentos e muita cobrança do Sindicato dos Jornalistas, a Assembléia Legislativa de Alagoas derrubou, no dia 10 de maio, o veto do governador Teotônio Vilela Filho ao Projeto de Lei 643/2010, que estabelece a exigência de diploma para a contratação de jornalistas no Estado. O veto foi derrubado por unanimidade, inclusive com o voto dos deputados que integram a bancada do governo.

De autoria do deputado Judson Cabral (PT), em parceria com o Sindjornal, o projeto 643 tramita no Legislativo desde o ano passado, tendo sido aprovado em plenário no final de dezembro, também por unanimidade. O governo vetou a matéria alegando inconstitucionalidade, mas não conseguiu convencer os deputados com os argumentos do ministro Gilmar Mendes (Supremo Tribunal Federal), que derrubou a exigência do diploma para o exercício da profissão de jornalista.

“Este equívoco do ministro está sendo revisto na Câmara e no Senado”, disse o deputado Judson Cabral, referindo-se às duas Propostas de Emendas Constitucionais (PECs) que tramitam em Brasília para restabelecer a exigência do diploma. Segundo ele, a decisão tomada pela Assembleia Legislativa de Alagoas só amplia uma tendência em âmbito nacional, que é exigir dos governos estaduais e municipais a contratação de jornalistas formados. “Casas legislativas de vários estados já aprovaram lei neste sentido”, completa.

A derrubada do veto pela Assembleia Legislativa de Alagoas foi acompanhada pelo Sindicato dos Jornalistas e comemorada por vários profissionais que se encontravam na Casa. Há mais de dois meses o Sindjornal vem fazendo plantões nas proximidades do plenário e conversando com os deputados, até conseguir o apoio de todos. Na votação desta terça-feira havia 21 dos 27 parlamentares, e todos votaram sim para derrubar o veto do governo.

Fonte: Sindjornal

Senador Vitalzinho discute com prefeito Nabor obras paralisadas

Foto:Cícero Araújo
Marcos Eugênio

O senador Vital do Rego Filho, Vitalzinho (PMDB), visitou na tarde desta sexta-feira 13 o prefeito de Patos Nabor Wanderley, no gabinete deste, num rápido encontro em que o foco principal foi as obras inacabadas na cidade devido ao decreto presidencial suspendendo todos os convênios celebrados com a União no período de 2005/2006 em todo o Brasil.  

Dentre as obras estão a alça sudeste, que foi iniciada e paralisada há mais de três anos, sendo para Nabor uma obra de suma importância para o desenvolvimento da cidade. A construção do novo mercado de Patos foi também lembrada pelo prefeito, recebendo do senador o compromisso de lutar por sua concretização.  Vitalzinho ouviu atentamente Nabor, que ainda pediu um pouco de atenção para o São João de Patos, considerado um dos quatro maiores eventos juninos do país.

Vital disse que a Prefeitura é a principal célula da sociedade e tudo sobra para ela por estar mais próxima do cidadão, mesmo que os problemas sejam de responsabilidade das esferas estadual e federal, isso para justificar o desespero dos prefeitos que se queixam de tantos problemas em suas localidades. “Esse quadro federativo tem que mudar. Estou otimista com relação a isso e hoje dois terços dos novos senadores, que mesmo estando do lado do governo, não estão ali para baixar a cabeça”, comentou. 

O senador atendeu a imprensa e falou sobre vários assuntos, a exemplo da reforma política, 14ª marcha dos prefeitos. Sobre a reforma política foi muito cético e disse que o momento é de sonhos, de ilusões. Explicou que a heterogeneidade de siglas partidárias impede a reforma e disse que na Câmara Federal quando existem as discussões cada um puxa a sardinha para seu lado. Falou que o processo está adiantado no Senado em relação à Câmara. “Quero dizer que o máximo que a gente pode esperar dessa reforma em 2012 é a proibição de coligações proporcionais. Permanecerá o mesmo quadro, a mesma lei. Essa reforma não sairá do papel no próximo ano”, enfatizou Vitalzinho.

Sobre uma possível aliança nas próximas eleições para prefeitura de Campina Grande envolvendo seu grupo e o de Cássio, disse que não passa de especulações, que não há nada de real. Explicou que a sociedade em 2012 vai votar em modelo de gestão, a exemplo do que ocorreu com Dilma Roussef, escolhida devido a herança administrativa de Lula e o mesmo deve ocorrer em qualquer lugar do Brasil. As administrações que deixaram um legado positivo a tendência é de que os eleitores prefiram a continuidade. 

As visitas às bases por Vitalzinho acontecerão a cada dois meses. Disse ser importante manter esse contato, ouvir as reivindicações dos prefeitos paraibanos. Por Patos disse ter um sentimento de muito carinho e deve muito sua vitória ao desempenho de Nabor e nessa visita veio dar satisfação de seus atos em prol do município no Senado, como lutar pela liberação de suas emendas que vão beneficiar a cidade, bem como sobre sua relação com o deputado Hugo Motta, numa parceria em busca de conquistas para os municípios sertanejos. Lamentou a burocracia da Caixa na liberação dos recursos para alguns projetos de Patos e que está tentando no Ministério das Cidades resolver a situação.

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Espaço sindical

SINFEMP consegue 17,11% de aumento salarial para professores de São José de Espinharas
 O presidente do SINFEMP- Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região, José Gonçalves, esteve reunido na tarde da última quarta-feira, dia 11 de maio de 2011, com os professores municipais de São José de Espinharas, onde na oportunidade foi apresentada a proposta de aumento salarial de 17,11% retroativo a 1º de janeiro de 2011, sendo aceita pela Prefeitura Municipal, na ocasião representada pela Secretária de Educação, Flavia de Medeiros Souto.
Tudo começou com a apresentação de um requerimento do vereador Paulo Camilo, solicitando esclarecimentos sobre o aumento salarial dos professores e em seguida a Prefeitura convocou uma reunião, com a presença do SINFEMP, professores, tendo sido escolhida uma comissão para discutir o aumento salarial para a categoria com a participação dos professores Marcos Gregório, Elvira Medeiros e Adriano Dantas, além dos vereadores José Salomão e Paulo Camilo, como também pelas secretárias de finanças e educação, Rivânia Sousa e Flavia Medeiros, respectivamente.
A comissão chegou à conclusão que teria condições de conceder o aumento neste percentual.
Neste sentido, o projeto de lei com o aumento salarial de 17,11% irá para apreciar de  todos os vereadores nesta sexta-feira, além da votação da licença-prêmio remunerada, sendo concedida 10 licenças no Município a cada seis meses.
O retroativo dos meses de janeiro a abril, que totalizou R$ 44.809,96 será parcelado em 8 meses, ou seja, de maio a dezembro de 2011 e todos os professores já receberão os seus salários com aumento  este mês de maio de 2011.
Foi assumido pela categoria e o sindicato, a elaboração de um documento que será enviado ao MEC solicitando a complementação dos recursos do FUNDEB, que será assinado por todos os vereadores, professores, prefeito, secretários, visando aumentar o repasse para o Município
Outra proposta aceita pela categoria e pelo sindicato é a municipalização da Escola Municipal José Américo, que ora funciona com alunos do estado, no sentido de aumentar os recursos do FUNDEB no município.
Para o sindicalista José Gonçalves, a proposta apresentada pela Comissão e aceita pelo Prefeito Ricardo Wanderley, foi satisfatória para a categoria e destacou a transparência com os recursos públicos do município. “Não é fácil um prefeito disponibilizar a folha de pagamento de 4 meses dos servidores, de janeiro a abril, para que o sindicato possa analisar, a relação dos servidores, quanto ganha cada um, onde estão trabalhando, se estão em desvio de função ou não, se realmente tem condições de conceder o aumento ou não, como fez o Prefeito Ricardo Wanderley”.Disse Gonçalves.
Ele adiantou ainda que se todos os prefeitos agissem dessa maneira, apresentando os dados, os valores recebidos e pagos, todos os municípios já teriam encontrado uma saída para conceder o aumento salarial. “Se todos agissem assim, não teríamos mais municípios que ainda não concederam aumento para a categoria, obrigando o sindicato a entrar com as ações na justiça”. Destacou o mesmo.
Gonçalves ainda agradeceu a Câmara Municipal pela sessão realizada para discutir o aumento para a categoria, escolhendo ainda dois vereadores, um da situação e outro da oposição para compor a comissão. “ Quero agradecer o empenho do presidente da Câmara e dos demais pares da casas, por ter entendido a nossa luta por aumento salarial para os profissionais do magistério público municipal.” Enfatizou.

quarta-feira, 11 de maio de 2011

QUE CÁSSIO RODRIGUES HERDE O CÉU E NÃO A TERRA

por Misael Nóbrega de Sousa
Nasce no hospital de Itaporanga, interior do Estado, Cássio Rodrigues. Diferentemente do homônimo famoso, este, é filho de pais simples, naturais da cidade de Conceição. O fato de o menino receber o mesmo nome do ex-governador da Paraíba não foi coincidência. O casal é correligionário do Cássio Rodrigues, o rico, e por isso, resolveu homenagear o político, pegando emprestado o seu nome para dar ao primogênito, assim puro e simplesmente.
Isso acontecia, de forma mais comum, em mil novecentos e antigamente, quando os pais queriam associar os filhos às figuras notórias de qualquer área do conhecimento, feito o cinema. Marcelo Mastroianni, Marlon brando e Alan Delon, por exemplo, figuram entre os mais lembrados. A novela Irmãos coragem, da TV tupiniquim, conferiu Glorias e Tarcísios pelo país afora; a política mundial deu aos filhos brasileiros vários Kennedys; e a música cedeu, entre outros, Lennons e Robertos.
O engraçado é que, o agora, aliado de Cássio - o afamado - Ricardo Coutinho (*Ricardo significa senhor poderoso e indica um homem prático e decidido, o qual todos procuram quando precisam de orientação. Equilibrado e seguro não se intimida quando precisa lidar com pessoas cuja opinião diverge da sua), anuncia uma rede de serviços hospitalares formada por 76 hospitais, num investimento de R$ 5 milhões por mês e a inauguração do Hospital de Emergência e Trauma Luis Gonzaga Fernandes, em Campina grande e ao invés disso, a imprensa prefere estampar em manchetes o caso do menino homônimo do ex-desafeto dele, Ricardo. Promulga R$ 15 milhões para a reforma e ampliação de 21 escolas da Paraíba, sem muito alarde, pois a imprensa prefere noticiar que advogados de Cássio estão tentando fazer com que ele assuma rapidamente o senado ou abre espaço para ele próprio falar sobre o caso da merenda em João Pessoa...
É fato que volta e meia, os holofotes da política paraibana são jogados no Cássio Rodrigues, poderoso, mesmo sem ele ainda ter nenhum cargo publico... Todos nós sabemos que ele espera a comunicação da decisão do supremo à justiça eleitoral da Paraíba para, assim, tomar posse como senador da república.
A quem acredite que Cássio Rodrigues, o ex-governador, é uma bandeira mais forte que o seu partido e deve ser estudado como fenômeno político assim que deixe  a vida publica. Muitos consideram até mais astucioso politicamente do que o pai, o também ex-governador, Ronaldo Cunha Lima (**Ronaldo: Significa o que governa com mistério e indica uma pessoa que faz tudo com muito capricho e inteligência. É muito elogiado por isso, embora não costume tomar conhecidas suas realizações. Aliás, ser discreto em tudo o que lhe diz respeito é outra das suas características) e mais estrategista também. Enquanto Cássio é razão, Ronaldo transborda emoção...
Há muito pouco de imparcialidade na imprensa paraibana e muito menos ainda de isenção. O fato de a escolha da notícia ser uma prerrogativa do jornalista, principalmente nos sites “particulares”, não nos deixa muitas escolhas, visto que a pauta do dia é servida ainda no café da manhã, tendo a discórdia como cardápio.
A propósito: ***Cássio: Significa pobre ou distinto e indica uma pessoa com agudo senso de justiça e muita preocupação em conseguir o poder, embora não se preocupe demais com os bens materiais.
Que o filho do chão de Elba Ramalho, recém parido no domingo último, de nome Cássio Rodrigues, o prodígio, possa ser espelho das coisas boas e que herde o céu e não a terra.

Arquivo do blog