Compromisso com a verdade dos fatos

Bem-vindo ao blog Garimpando Palavras

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Greve: Sindicato acusa Prefeitura de contratar pessoal para substituir grevistas

José Gonçalves



A greve geral, que atinge 90% dos servidores de Patos, segundo o Sinfemp – Sindicato dos Funcionários Municipais de Patos e Região, entrou para seu terceiro dia. O vice-presidente do Sindicato, José Gonçalves, avaliou positivamente o movimento, mas disse que a Prefeitura está infringindo o que determina a lei, contratando pessoal para substitui os funcionários que estão em greve.

“Isso vem ocorrendo principalmente nas maiores secretarias, de educação e saúde. Se a administração municipal tem dinheiro para pagar contratados, construir praças, por que não tem dinheiro para pagar aos trabalhadores efetivos do município, garantir a isonomia dos servidores? Essa prática vem se arrastando em Patos, mas o movimento continua forte”, enfatizou José Gonçalves.

Na noite de ontem, quinta-feira 23, durante sessão ordinária da Câmara Municipal Casa Juvenal Lúcio de Sousa, o vereador Sales Junior apresentou, a pedido dos servidores, requerimento solicitando audiência pública para discutir a situação dos funcionários municipais, que estão mobilizados em campanha salarial em todos os 21 municípios, além de Patos, da base do Sinfemp. A audiência foi agendada para a próxima terça-feira, 28, às 9h da manhã.

Para essa audiência serão convidados a prefeita Francisca Motta e secretários para explicarem o porquê da não concessão a revisão salarial da categoria. “Apesar de todas as perseguições que os companheiros estão sofrendo, inclusive por diretores de escolas. É lamentável que a prefeita se negue a receber os sindicatos, a comissão de greve para discutir as demandas da categoria”, acrescentou Gonçalves. Agora pela manhã os servidores fazem mais uma manifestação e tentam se reunir com a prefeita Francisca Motta.


SINFEMP

Câmara de Patos debaterá projeto que normatiza a concessão do transporte coletivo com alunos das instituições de ensino superior da cidade



Representado a Câmara Municipal de Patos, a convite da diretora do CSTR - Centro de Saúde e Tecnologia Rural da UFCG Campus Patos, Ana Célia Athayde, a presidente da Casa Juvenal Lúcio de Sousa, Nadir Rodrigues Guedes participou na manhã desta quinta-feira (17), de uma reunião com a presença de representantes dos estudantes da UFCG e do IFPB. O encontro aconteceu na UFCG e teve como tema central a discussão em torno das ações demandadas para agilizar a retomada do serviço de transporte coletivo em Patos.

Além da vereadora e da diretora do CSTR, participaram do encontro alunos dos Cursos de Medicina Veterinária, Ciências Biológicas e Engenharia Florestal da UFCG, alunos do Instituto Federal da Paraíba – IFPB e o servidor da UFGC, Antonio Marcos Honório de Oliveira.

A principal dúvida apresentada pelos representantes dos alunos foi com relação a tramitação do Projeto de Lei Nº 05/2015, que normatiza a concessão do transporte coletivo e o andamento deste, pois há por parte dos estudantes, principalmente, pressa para que este processo seja realizado e para que o serviço possa ser reestabelecido, uma vez que, segundo eles, muitos estudantes estão sendo prejudicados e alguns falam até em abandono do curso por não ter condições de continuar pagando transporte até a Universidade.

Do debate também foram extraídas algumas sugestões, a exemplo da necessidade de que se cobre da empresa vencedora da licitação a prestação de um serviço de qualidade, com transportes seguros e que cumpram os horários e as Leis; e do Poder Público Municipal para que invista na implantação de um número maior de pontos para paradas de ônibus e que intensifique a fiscalização com relação aos veículos que fazem o transporte clandestino de passageiros.

Ao final, ficou acordado que na próxima segunda-feira, dia 27, a partir das 19 h, na Câmara Municipal, os vereadores sentarão com os alunos para debater e ver os pontos do Projeto de Lei que normatiza a concessão, bem como a possibilidade de que algumas emendas sejam apresentadas, caso haja necessidade.

Para o aluno e presidente do CA de Engenharia Florestal, Adão Batista de Araújo, “a reunião foi muito positiva, pois apresentamos os verdadeiros problemas que toda a classe estudantil, bem como a população de Patos está enfrentando, e os pontos mais positivos foram a abertura do espaço para discutir o projeto da vereadora e o projeto da licitação pra empresa de ônibus; e também a assembleia que acontecerá e servirá para que a população tome ciência do que está acontecendo e das verdadeiras dificuldades que nós estamos enfrentando”.

O secretário do Grêmio Estudantil do IFPB, Antonio José de Sousa Simões, disse que achou “muito interessante saber que já existem dois projetos na Câmara, um em favor dos universitários da noite e o outro que é o projeto do transporte coletivo pra Patos, e que estes estão levando em conta o direito do estudante de pagar a meia entrada e de ter acesso a um transporte de qualidade”.

Já para a diretora do CSTR, Ana Célia Athayde, “esse encontro foi extremamente relevante, porque facilitou o acesso entre a classe estudantil e a Câmara Municipal, através de seu Legislativo; e o que tem de positivo no final de toda essa discussão é que ficou clara a necessidade que se tem de um transporte coletivo que atenda a todas as categorias mas, principalmente, a disponibilidade do Legislativo em abraçar a causa e fazê-la chegar ao Executivo”.

Ascom | Câmara Municipal de Patos

Trabalhadores terceirizados sofrem mais acidentes no trabalho


Por Flávia Lopes 

O Brasil obteve mais de 700 mil casos de acidentes de trabalho em 2013, de acordo com os últimos dados do Anuário Estatístico da Previdência Social. Porém, pouco mais de 500 mil foram comunicados à entidade.  Só no Nordeste, o número total de acidentes, envolvendo casos com Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) e também situações sem o cadastramento, foi de 86.225, sendo cerca de 5 mil na Paraíba, estado que ocupa o quinto lugar no ranking regional.  Os números alarmantes, no entanto, ainda escondem fatos que a sociedade pouco enxerga. De acordo com o procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho na Paraíba, cerca de 80% dos acidentes de trabalho com morte no Brasil atinge trabalhadores terceirizados.

“Há uma estatística de que o trabalhador terceirizado está muito mais propenso a sofrer doenças ocupacionais e cerca de 50% dos acidentes de trabalho e doenças ocupacionais, hoje, são sofridos pelos trabalhadores terceirizados. Isso acontece pelo desleixo e descuido para com esse obreiro. Esse empregado, mesmo nas atividades-meio, é colocado em segunda categoria e não recebe a devida proteção do tomador da mão de obra”, explica o procurador-chefe.  

Segundo uma pesquisa realizada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), quatro em cada cinco acidentes de trabalho, incluindo os que abrangem óbito, envolvem empregados terceirizados. Outro levantamento, realizado pela Fundação Cômite de Gestão Empresarial, revela que o total de trabalhadores terceirizados afastados por acidentes é quase o dobro do total registrado entre empregados contratados diretamente. Dos contratados diretamente, 741 precisaram ser afastados em 2010, enquanto entre os terceirizados o número foi de 1.283.

Outro dado alarmante divulgado pelo Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos, em audiência pública na Comissão de Direitos Humanos (CDH) do Senado, na semana passada, revela que só no setor elétrico, em 2013, morreram 61 empregados terceirizados. Já na construção civil, o caso se mostra ainda mais sério, pois de 135 mortes de trabalhadores, 75 trabalhavam por meio da terceirização.

De acordo com o procurador Eduardo Varandas, isso acontece por conta do distanciamento entre o empregador, o terceirizado e a empresa tomadora do serviço. “Os empregados da empresa terceirizada nem sempre têm como reivindicar da empresa tomadora do serviço a observância das normas ligadas à segurança e medicina no trabalho, por que simplesmente os trabalhadores não têm vínculo direto com ela, que se sente menos responsabilizada”, afirma.

Prevenção de riscos

Para evitar que acidentes no trabalho aconteçam nas empresas, o Ministério Público do Trabalho atua, de modo preventivo, através de fiscalização e de campanhas educativas. Só nos últimos três anos, mais de 190 Termos de Ajuste de Conduta relacionados ao meio ambiente de trabalho foram firmados perante o MPT-PB. Os TACs foram propostos com o objetivo de corrigir irregularidades relativas à segurança e saúde nas empresas como falta de equipamentos de proteção, atividades insalubres, jornadas de trabalho excessivas, entre outras situações.

Para o procurador Eduardo Varandas não há só o interesse por parte do empregado em preservar sua própria vida. “Nenhuma empresa gostaria que o seu ambiente de trabalho fosse um ambiente que ceifasse vidas humanas e que lesasse a saúde das pessoas. É preciso que haja um elemento educativo na prevenção”, explica.

Abril Verde

Abril é o mês de combate aos riscos de acidente no trabalho, quando acontece a campanha Abril Verde, movimento com objetivo de reduzir os acidentes laborais e os agravos à saúde do trabalhador. O mês faz alusão ao Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de Trabalho, comemorado no dia 28, data escolhida em homenagem aos 78 mineiros mortos na explosão da mina de Farmington, em Virgínia, Estados Unidos, em 1969.


Câmara aprova reajuste de 13% para professores da rede municipal de Patos

A Câmara de Vereadores aprovou durante a Sessão Ordinária desta quinta-feira, (23), o reajuste salarial para os professores da rede municipal de Patos.
 
De autoria de Poder Executivo, o Projeto de Lei prevê um aumento de 13,01% para a categoria, cumprindo assim uma meta estabelecida para o ano de 2015, com relação ao piso nacional dos professores.
 
Segundo o Líder do Governo, vereador Maurício Alves, o aumento concedido é o maior do estado: “Sabemos que os professores da rede estadual estão em greve, justamente porque não conseguiram os aumentos, mas a Prefeita Francisca Motta tem feito um grande esforço e concedeu aos professores municipais esse aumento de valorização”, destacou.
 
Em Patos, os professores já ganhavam o piso nacional e com o novo reajuste de 13,01%, os salários subiram para R$ 2.147,01, um ganho de R$ 229,23 (duzentos e vinte e nove reais e vinte e três centavos) acima do piso nacional anunciado para 2015, fixado em R$ 1.917,78.
 
Servidores
O Líder também falou sobre as reivindicações feitas pelos servidores públicos municipais e disse que apesar da impossibilidade de aumento salarial no momento, já que a Prefeitura ultrapassou o índice de pessoal, a prefeita está sempre aberta ao diálogo: “Infelizmente nesse momento é inviável o aumento, mas a situação do nosso município vai melhorar e em poucos meses, sentaremos novamente com os sindicatos para discutirmos as questões de reajustes salariais”, garantiu.
 
Maurício ainda destacou que o movimento dos servidores é e deve ser respeitado, mas que é preciso cautela, para que a população não sofra as consequências: “Pedimos que os servidores vejam o lado da população, pois os serviços públicos não podem parar, especialmente se a população for prejudicada”, finalizou.

Luanja Dantas

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Prefeita Francisca Motta convida presidentes de associações comunitárias para Orçamento Participativo 2015


A Prefeita Francisca Motta anunciou a realização do Orçamento Participativo 2015, convidando todos os presidentes de Associações Comunitárias de Bairro para uma plenária no dia 2 de Maio, às 9h, na sede da Associação Comercial de Patos.

De acordo com a Prefeita, os presidentes já estão sendo convidados, através de ofícios e telefonemas.

“Iremos mobilizar a União das Associações Comunitárias, para que junto com a gestão, possamos debater as urgências e prioridades de cada setor da cidade. Será um momento muito importante, tenho certeza que contaremos com representações de todos os bairros de Patos,” antecipou a Prefeita Francisca Motta.

Ainda de acordo com a Prefeita, na ocasião serão elencadas demandas e reivindicações de responsabilidade do Município, bem como, as que são de responsabilidade do Estado em parceria com o Município, tendo em vista a realização do Orçamento Democrático em Patos, com a presença do Governador, no dia 29 de Maio.

Nayane Rodrigues

TCE mantém reprovação às contas de 2011 da Prefeitura de Caaporã

O Tribunal de Contas do Estado, reunido nesta quinta-feira (23), manteve, em grau de recurso, a reprovação às contas de 2011 do prefeito de Caaporã João Batista Soares. Mas reduziu para R$ 332.227,08 o débito inicial de R$ 427.296,88 a ele imposto por despesas não comprovadas, quando do primeiro julgamento do processo. 
 
O prefeito respondeu por gastos excessivos com lubrificantes e combustíveis (R$ 179.657,76) e não comprovação da existência de valores de conciliação bancária (R$ 152.614,32). A decisão deu-se conforme voto do relator do processo, conselheiro Fernando Catão, do qual ainda cabe o recurso de revisão. 
 
O TCE aprovou as contas de 2013 dos prefeitos de Água Branca (Tarcísio Alves Firmino) e São João do Tigre (José Maucélio Barbosa). Também, as dos ex-prefeitos de Massaranduba (Paulo Fracinete de Oliveira, 2012, por maioria) e Manaíra (José Simão de Sousa, atinentes a 2011). 
 
Foram aprovadas, também, as contas de 2013 das Câmaras Municipais de Monteiro, São João do Cariri, Caldas Brandão e Poço Dantas (com ressalvas). Ainda, as da Secretaria da Juventude Esporte e Lazer (2008, com ressalvas), da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Paraíba (2012) e da Companhia Paraibana de Gás (2012). O processo 14.965/11, que trata da Inspeção Especial realizada no Hospital de Traumas Senador Humberto Lucena, no exercício de 2011, sofreu pedido de vista do conselheiro Fernando Catão. 
 
Os processos constantes da pauta de julgamentos representavam movimentação de recursos da ordem de R$ 418.508.848,10. Conduzida pelo presidente Arthur Cunha Lima, a sessão plenária teve as participações dos conselheiros André Carlo Torres Pontes, Nominando Diniz, Arnóbio Viana, Fernando Catão e Fábio Nogueira. Também, dos conselheiros substitutos Marcos Costa, Antonio Gomes Vieira Filho, Antonio Cláudio Silva Santos, Oscar Mamede e Renato Sérgio Santiago Melo. O Ministério Público de Contas esteve representado pela procuradora geral Elvira Samara Pereira de Oliveira.

3° Ducks bike de ciclismo acontece em Patos neste domingo, 26


A cidade de Patos sediará neste domingo, dia 26 de abril, o 3° Circuito Duck’s Bike de ciclismo. O evento realizado pelas Duck's Bike, com apoio da Prefeitura de Patos e iniciativa privada, foi aprovado pela Federação Paraibana de Ciclismo e já alcançou uma chancela do Ranking Brasileiro.

O circuito acontece nas principais avenidas do Centro da cidade e terá inicio às 7h30 com a primeira largada. De acordo com o organizador do evento, Alex Queiroga, o evento tem tudo para ser mais uma vez destaque da modalidade. “Nossas duas edições já mostraram o quanto o nosso esforço em fazer um grande evento vem dando certo. Cada vez mais nós estamos conseguindo reunir atletas de diversas localidades. Já estamos com mais de 50% das inscrições preenchidas. Temos equipes da Bahia, Alagoas e Pernambuco confirmadas, isso nos deixa muito animados com relação ao evento,” comentou.

A novidade da competição deste ano é a categoria Nelore, para atletas com o peso acima de 80 quilos. “É uma forma de incluir quem está acima do peso ideal para um atleta olímpico, mas que gosta do esporte, que é ciclista. Temos que abrir o espaço para todos que queiram abrilhantar o nosso circuito,” revelou o realizador do evento.

Serão mais de 4 mil reais em premiações a serem divididas entre os melhores das categorias Elite, Feminino, Master A, B e C, Juvenil Júnior, Veterano, MTB Elite, MTB Local e Local/Estreante.

Kamylla Lopes

Petrobras tem 1º prejuízo desde 1991; perda com corrupção é de R$ 6,2 bi

Após um longo período de espera e expectativa, a Petrobras finalmente divulgou nesta quarta-feira (22) o balanço auditado do exercício de 2014. A companhia registrou no ano passado um prejuízo de R$ 21,587 bilhões, contra um lucro de R$ 23,6 bilhões em 2013.

A Petrobras informou no balanço que a baixa contábil pelo esquema de pagamentos indevidos investigado pela Lava Jato foi de R$ 6,194 bilhões. Ou seja, essa foi a perda por corrupção, segundo a estatal.
Ao comentar o balanço, o presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, fez um pedido de desculpas em nome dos funcionários da companhia pelo escândalo de corrupção. “Sim, a gente está com sentimento de vergonha por tudo isso que a gente vivenciou, por esses malfeitos que ocorreram. Não temos clarividência muito clara se foi de fora para dentro ou de dentro da fora. Sim, faço pedido de desculpa em nome dos empregados da Petrobras porque hoje sou um deles”, disse.
Perdas de R$ 6 bilhões com corrupção
"O valor da baixa de gastos adicionais capitalizados indevidamente no ativo imobilizado oriundos do esquema de pagamentos indevidos descoberto pelas investigações da Operação Lava Jato (baixa de gastos adicionais capitalizados indevidamente) foi de R$ 6,194 bilhões", afirma o balanço.

A petroleira afirmou, no entanto, que não consegue identificar especificamente os valores de cada pagamento indevido.
Sobre a metodologia utilizada, a companhia explicou que listou todas as empresas citadas nas investigações e os contratos assinados com as contrapartes. Depois, calculou o valor desses contratos, identificando todos os pagamentos feitos, e aplicou um percentual fixo de 3% sobre o valor total, para estimar os gastos adicionais sobre o "montante total dos contratos".
Diretoria de Costa liderou perdas
Dos R$ 6,2 bilhões perdidos com corrupção, segundo o balanço, a maior parte (55%) ocorreu na área de Abastecimento, que foi comandada por Paulo Roberto Costa, com baixa de R$ 3,326 bilhões. Gás e Energia respondeu por R$ 637 milhões das perdas. As áreas de Distribuição e Internacional tiveram baixas de R$ 23 milhões cada uma, ao passo que o Corporativo da companhia teve perda de R$ 99 milhões. Outros R$ 150 milhões referem-se a pagamentos indevidos de empresas não citadas na Lava Jato.

G1

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Reunião da Bancada Federal: Ministro da Integração Nacional recebe demandas da Paraíba


Integrantes da Bancada Federal da Paraíba participaram na tarde desta quarta-feira, 22, de uma reunião com o Ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi. Estiveram presentes os deputados Hugo Motta (PMDB), Veneziano Vital (PMDB) e Wilson Filho (PTB).


Para o deputado federal, Hugo Motta (PMDB/PB), a ideia é expor a situação real dos municípios para que investimentos importantes sejam retomados na Paraíba. "Pedimos celeridade das obras, principalmente as que tratam de abastecimento. Solicitamos a inclusão de duas regiões que ficaram fora da transposição, que são o Vale do Piancó e a Mesorregião do Sertão. Os municípios que são abastecidos hoje pela adutora Coremas-Patos/Patos-Sabugi, serão atendidos pelo terceiro eixo, que já foi colocado dentro das prioridades e agora está definindo a forma sobre como esse eixo será contratado. Isso é uma vitória da Bancada Paraibana e do Governo Estadual, junto ao Governo Federal. A Bancada pediu ainda celeridade nas obras do Eixo Norte, que chegará até cajazeiras, e do Eixo Leste, que chegará a Monteiro e, de Monteiro, até o Curimataú e o Brejo, através do canal das vertentes litorâneas”, informou.


Hugo Motta relatou ainda que uma atenção especial foi apresentada para atender os municípios da Região de Princesa Isabel. “Dentro de alguns dias, o abastecimento em Princesa será suspenso, pois a captação de água no Jatobá 2, que está com apenas 3% de sua capacidade, está comprometida, além da qualidade da mesma, que está imprópria para o consumo. Cobramos ainda agilidade na segunda etapa da Adutora do Pajeú, para atender os municípios de Princesa Isabel a Teixeira, passando por Livramento até Taperoá”, enfatizou.


O Ministro Gilberto Occhi falou sobre os trabalhos do Governo Federal e destacou que os prefeitos precisam solicitar, após decretar estado de emergência, e ser reconhecida pela defesa civil, as ações a serem implementadas em seus respectivos municípios. “Os prefeitos podem procurar o Ministério para buscar apoio emergencial no que diz respeito ao programa de carros-pipa, sistema simplificado de abastecimento, cisternas, perfuração de poços e na construção de algum sistema emergencial, a exemplo de adutoras de montagem rápida. Acredito que os deputados saíram com informações importantes e unidos na defesa de obras fundamentais pra Paraíba”, afirmou.

Ascom

Escolas e Família juntas enfrentando os desafios da Educação: Paraíba inova no enfrentamento à violência.




As escolas da rede estadual de ensino da Paraíba dão mais um importante passo para a consolidação da cultura da paz na educação, ao abrir suas portas para 180 mil famílias para dialogar sobre temas que vão fortalecer sua relação com os filhos e com toda a comunidade escolar.


Ao todo, estão envolvidas 622 escolas de 187 municípios paraibanos das 14 gerências regionais de educação, beneficiando, aproximadamente, 180 mil famílias de alunos do Ensino Fundamental e EJA da rede estadual. Em todo o Estado as escolas estão realizando encontros de Educação Emocional e Social para Família e Comunidade visando à tão almejada paz.

Os eventos planejados pelas escolas de todo estado comprovam o interesse: a comunidade está consciente de que precisa estar mais próxima, dialogando sobre os desafios e agindo de forma cooperativa: a escola ajudando a família e a família ajudando a escola.


As famílias estão se surpreendendo ao perceber que a pauta dos encontros não é relacionada a assuntos de rotina da escola. Temas que remetem à reflexão sobre o diálogo, autoestima e perdão estão sendo trabalhados com os pais de alunos, que já estão sentindo o impacto positivo ao descobrir que desses encontros pode surgir a harmonia no lar e em comunidade.

Segundo o Secretário de Educação do Estado, Aléssio Trindade, a aproximação da família com as escolas é muito importante, “pois a escola sistematiza e complementa o processo educacional iniciado na família, que é a grande educadora”, comentou Trindade.

Cida Uchoa, gerente executiva do Ensino Médio, compartilhou a aprovação dos professores sobre o fortalecimento dos laços entre escola, família e comunidade.  “É uma oportunidade inédita de fortalecer vínculos entre a comunidade escolar e gerar uma rede de apoio comunitário, que visa, também, atender à demanda do Plano Estadual de Enfrentamento à Violência nas Escolas, que é uma ação do Programa de Governo Paraíba Faz Educação. Já recebi muitas fotos, e-mails, comunicados sobre a intensa participação dos pais e da comunidade. Estou segura de que estamos construindo um novo modelo na Educação Paraibana”, comentou.


São muitos os relatos de pais que já estão experimentando essa transformação no relacionamento familiar: “Quando fui ao banheiro tomar banho, o meu filho pequeno gritou: Mamãe, posso falar com você? Se fosse há um tempo, eu gritaria com ele e mandaria me deixar em paz! Mas, ao contrário, lembrei do nosso encontro aqui na escola, e agi de uma forma que me surpreendi! Nesse momento, quando ele gritou, eu perguntei: O que foi meu filho? E ele me respondeu: Mãe, deixa eu entrar? E ele veio ao meu encontro e me abraçou. Eu retribui com carinho. Foi algo simples, mas uma vitória na minha vida!”, comentou uma mãe de aluno durante encontro realizado na semana passada na EEEF Profª Luiza de Oliveira Melo, do município de Sossego-PB, que uniu cerca de 300 pais de alunos e educadores.

Em João Pessoa, a EEEF Desembargador Braz Baracuhy realizou seu primeiro encontro com as famílias no dia 10 deste mês (abril). Há três anos trabalhando a educação emocional e social das crianças, a educadora Lucimeire Garcia explica que o encontro com as famílias foi um momento especial para elas, pela oportunidade de refletirem sobre seu comportamento, como estão agindo, suas atitudes. “Uma das mães deu depoimento questionando a si própria, refletindo sobre as brigas com seu esposo e reconhecendo que não vinha agindo corretamente. Outro pai de aluno disse que não queria faltar a nenhum dos encontros, pois percebia que tinha que mudar bastante sua forma se relacionar com os outros”, informou Lucimeire.

A cidade de Princesa Isabel viveu momento ímpar de interação entre família e escola também na semana passada, durante o encontro de Educação Emocional e Social para Família e Comunidade que reuniu todos os pais de alunos, cerca de 300, que foram convidados pela EEEF Professora Iracema Marques de Lima e do EJA, contando com articulação de 30 educadores. O reflexo positivo da metodologia Liga Pela Paz desenvolvida com os educandos foi referência durante o encontro, quando alguns pais falaram dos avanços na aprendizagem e da melhoria do comportamento de seus filhos em sala de aula e em casa. “Houve mãe que pensava se tratar apenas de uma reunião corriqueira de escola e ao final do encontro agradeceu pela chance de estar ali, e que as informações adquiridas ajudarão bastante em seu relacionamento, não apenas com a filha, mas também com o esposo”, explicou Ruth de Oliveira, secretária da escola.


Da EEEF Francisco Campos, escola com 300 alunos na capital paraibana, vem o exemplo compartilhado pela diretora Maria José Figueiredo. Ela cita que as mudanças já começam a surgir, com vários depoimentos de crianças que comentaram sobre a melhoria no relacionamento com os pais em casa.  “Já nesse primeiro encontro que realizamos percebemos, através de vários relatos de alunos, que há maior abertura para o diálogo em casa. Os pais, que antes não conseguiam, não tinham habilidade para conversar com seus filhos, estão abrindo esse canal que pode trazer muitos avanços para a educação das crianças”, comenta Maria José.

Ela analisa, positivamente, essa oportunidade de trazer a família para dentro da escola, elemento para o desenvolvimento das habilidades emocionais e da aprendizagem dos alunos. Os pais que atenderam ao convite também participaram de um lanche comunitário. “Foi um sucesso o encontro e aqueles que não vieram estão procurando saber quando será o próximo, que já está agendado para a próxima sexta-feira, dia 24, quando começaremos a trabalhar o conteúdo do DVD Emoções na Família, dentre outros conteúdos relacionados ao tema”, informou a educadora Maria José.

90% dos servidores municipais de Patos aderem à greve geral









José Gonçalves e Carminha Soares

Segundo o Sindicato dos Funcionários Municipais de Patos e Região (SINFEMP), 90% dos servidores aderiram à greve geral por tempo indeterminado iniciada a 0h desta quarta-feira 22. Somente alguns serviços essenciais que não podem parar permanecem em atividade, como  SAMU, Pronto Atendimento Maria Marques, além de coveiros.

Hoje pela manhã eles saíram em caminhada pelo centro da cidade expondo à população os motivos da paralização e se concentrarem em frente à Prefeitura, onde protestaram pelo não atendimento de suas reivindicações, que vão desde aumento salarial para todas as categorias, com exceção do Magistério, que já obteve 13,01% de reajuste, insalubridade, isonomia salarial, atualização do estatuto do servidor, pagamento do PMAQ, que deveria ter sido pago na última segunda, cujos recursos estão em conta, dentre várias outras que fazem parte da pauta da campanha salarial 2015.

A presidente do SINFEMP, Carminha Soares, disse que não havia qualquer interesse dos servidores de realizar a greve, e que o Sindicato tentou por longas negociações fechar acordo com o Executivo, que não demonstrou o menor interesse de conceder o mínimo de aumento solicitado pelos funcionários, gerando o movimento grevista. “A prefeita Francisca Motta é a responsável direta por essa greve. O trabalhador precisa recuperar suas perdas salariais e ela não sensibilizou para essa luta justa dos funcionários”, comentou Carminha.

O vice-presidente do SINFEMP, José Gonçalves, explicou que o aumento pretendido pelos funcionários não chega a acrescer nem R$ 100 mil na folha de pagamento. Para ele o valor é insignificante em comparação ao que o município recebe por mês. “Aqueles servidores que não tem como referência o salário mínimo, permanecerão com seus vencimentos congelados, quando tivemos 6,23% de inflação. A prefeita ofereceu zero de contraproposta. Queremos que ela nos atenda e não envie seus secretários para dizer apenas não”, desabafa Gonçalves.

O Sindicato vai acionar a Justiça através de mandado de segurança para fazer valer o direito previsto no PCCS da saúde, que garante em seu artigo 51 a revisão salarial para o servidor retroativo a 1º de janeiro de cada ano, como também para o pagamento da insalubridade, já que a prefeitura não enviou a lei para a Câmara Municipal. José Gonçalves diz que já existe o aludo pronto desde o ano passado, pago pelo SINFEMP, R$ 25 mil.

“Várias categorias que trabalham em locais insalubres não recebem a insalubridade por falta da lei. Isso é uma barbárie. Nossa luta não é apenas por reajuste salarial, mas também por melhores condições de trabalho”, explicou o vice-presidente do Sindicato dos Funcionários Municipais.

Ele cita a precariedade nas unidades básicas de saúde, quando falta material de limpeza, luvas para o odontólogo, auxiliar de saúde bucal, locais sem o mínimo de condições de trabalho.

O SINFEMP vem agindo em relação à greve dentro de sua legalidade, desde a publicação por editais, comunicados à administração municipal, mobilização dos servidores todos os dias na sede do Sindicado e assinatura do ponto, para que se houver qualquer eventualidade, a entidade está documentada.

O Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e de Endemias está junto com SINFEMP nessa mobilização. Seu presidente, João Bosco Valares, criticou o não cumprimento do PCCS da saúde, cujo aumento salarial ainda não foi definido pela prefeita Francisca Motta, apesar do reajuste ser retroativo a janeiro. Também comentou que há como o município conceder reajuste aos servidores, já que a folha de contratados e comissionados chega a R$ 1,1 milhão.


Polícia prende três suspeitos de clonar cartões para aplicar golpes em João Pessoa


A Polícia Civil da Paraíba, por meio do trabalho executado por investigadores da Delegacia de Crimes contra o Patrimônio da Capital, prendeu três pessoas suspeitas de aplicar golpes por meio da clonagem de cartões, em João Pessoa.

A ação policial aconteceu durante o feriado, nos bairros de Manaíra, Bessa e Mangabeira, após diligências realizadas por equipes da delegacia especializada no enfrentamento a roubos e furtos. Duas mulheres e um homem foram presos em flagrante.

secom

Prefeitura de Patos entrega certificados de Cursos Profissionalizantes nesta quarta 22

A Prefeitura de Patos, através da Secretaria de Assistência Social, realiza nesta quarta-feira, 22 de abril, às 19h, no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Geralda Medeiros, localizado no bairro São Sebastião, a solenidade de entrega de certificado dos cursos profissionalizantes. 
Receberão os alunos que concluíram os cursos e obtiveram frequência necessária. Uma parceria da Prefeitura de Patos com o Governo Federal, através do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC) – Brasil Sem Miséria. 
O mercado de trabalho de Patos recebe amanhã profissionais capacitados gratuitamente nas áreas de Cuidador Infantil, Cuidador de Idoso, Confeiteira, Auxiliar Administrativo, Almoxarife e Mecânico de Ar Condicionado Automotivo.

coordecom

Ex-vereador é assassinado a tiros na frente da mãe em distrito da PB

O ex-vereador Geraldo Gabriel Sousa Júnior, de 54 anos, foi assassinado a tiros no início da noite dessa terça-feira (21), no distrito de Santa Maria Gorete, em Mãe D’Água (Sertão do estado, a 283 km de João Pessoa).
Conhecido popularmente como “Coca”, o ex-vereador estava em frente a sua casa quando foi surpreendido por dois homens em uma motocicleta. A dupla efetuou três disparos contra o ex-vereador. A mãe da vítima presenciou o crime.
A polícia ainda não sabe o que pode ter motivado o homicídio. O caso será investigado pela delegacia de Teixeira. “A família não informou quem poderia ter cometido o crime, então vamos investigar a vida da vítima para saber se ela tinha algum inimigo”, disse o delegado Leonardo Formiga.
Os autores do crime fugiram com direção a cidade de Patos e ainda não foram localizados pela polícia.
Geraldo Gabriel Sousa Júnior chegou a ser socorrido por familiares em um carro particular. A intenção era levá-lo para o Hospital Regional de Patos, mas ele faleceu antes de chegar à unidade de saúde.  
O corpo do ex-vereador foi levado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal de Patos. 

portalcorreio

terça-feira, 21 de abril de 2015

NOTA DE PESAR


 



A Gerencia Regional de Saúde, o Hospital Regional e demais serviços da Rede Estadual de Saúde em Patos, vem a público expressar seus mais profundos sentimentos de pesar pela perda do valoroso companheiro de trabalho JOSÉ PETRONIO – DEDÉ DE BOALOU. 

Hoje perdemos um de nossos mais brilhantes colaboradores. Todos os amigos e colegas de trabalho do Hospital Regional de Patos externam seus mais profundos e sinceros sentimentos para os familiares e ao povo de São José de Espinharas e desejam que Deus conforte os corações de toda a família enlutada.

 Para nós, sempre ficarão as lembranças do companheirismo, profissionalismo e carisma que DEDÉ DE BOALOU sempre compartilhou com os colegas e o extremo esmero e dedicação que dispensou às políticas públicas da saúde em nossa região.




Patos PB, 21 de abril de 2015.


José Leudo Farias Alves
GERENTE REGIONAL DE SAÚDE


Higia Lucena
DIRETORA DOHOSPITAL REGIONAL DE PATOS




segunda-feira, 20 de abril de 2015

Câmara de Patos realizará solenidade para entrega de leis de subvenção a Fazenda da Esperança, diz presidente Nadir


Em contato com a imprensa local, a presidente da Câmara Municipal de Patos, Nadir Rodrigues Guedes, fez um resumo das visitas já realizadas aos municípios que compõem a Diocese de Patos e revelou que, tão logo todas as Câmaras Municipais aprovem os Projetos de Lei de Subvenção para a Fazenda da Esperança, a Casa realizará uma solenidade, na qual cópias de todas as leis serão entregues a Diocese.

“Este é um projeto que requer muito tempo e que é realizado por etapas. Nós estamos executando a segunda etapa agora, que foi iniciada no dia 21 de fevereiro, quando visitamos as Câmaras de Catingueira e Santana dos Garrotes para apresentar o Projeto de Lei que concede a subvenção. Até o momento, nós visitamos 20 Câmaras e, até o final do próximo mês, esperamos concluir este processo. Vencida esta etapa, e uma vez aprovada e sancionada a Lei em por todos os municípios, nós iremos realizar uma grande solenidade aqui na Casa Juvenal Lúcio, onde entregaremos cópias das Leis sancionadas ao Bispo Dom Eraldo e a Dra. Edvane Saraiva, que foi a promotora de justiça que acreditou neste projeto e que viu a necessidade desta união de forças, deixando essa responsabilidade que a Câmara de Patos assumiu e vem dando continuidade a este trabalho que ela iniciou”, destacou Nadir.

A presidente também ressaltou a importância de que haja uma continuidade desta parceria entre os Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário no sentido de que este apoio possa ser ampliado, bem como o engajamento da sociedade, que também pode ajudar e colaborar para que se possa dar continuidade ao trabalho de recuperação de dependentes químicos que é realizado pela Fazenda da Esperança.

Municípios visitados

Como representante da Câmara de Vereadores de Patos e do compromisso assumido junto a então promotora de justiça na cidade de Patos, Dra Edivane Saraiva, a presidente Nadir Rodrigues, juntamente com a tesoureira da Fazenda da Esperança, Madalena Goes, já visitaram as Câmaras de Vereadores de 20, dos 38 municípios que integram a Diocese de Patos, onde tiveram a oportunidade de debater, juntamente com vereadores, prefeitos, secretários municipais, conselheiros tutelares e representantes de vários outros segmentos a importância da instituição e a necessidade de que seja repassada esta subvenção.

O modelo do Projeto de Lei que autoriza a subvenção já foi apresentado nas Câmaras Municipais dos seguintes municípios:

Areia de Baraúnas
Cacimba de Areia
Catingueira
Condado
Emas
Juru
Livramento
Mãe D’Água
Malta
Nova Olinda
Olho D’Água
Patos
Quixaba
Santa Luzia
Santana dos Garrotes
São José do Bonfim
São Mamede
Taperoá
Teixeira
Vista Serrana

Ascom | Câmara Municipal de Patos

STTRANS intensifica fiscalização de transportes clandestinos



A superintendência de Trânsito e Transportes Públicos de Patos (STTRANS) realizou na manhã desta segunda-feira, dia 20, uma blitz de fiscalização com o objetivo de coibir a ação de taxistas, mototaxistas e alternativos clandestinos na cidade de Patos.


A blitz aconteceu na Rua Manoel Motta, bairro do Jatobá, e de acordo com o superintendente Marcos Eduardo, que esteve presente no local, outras blitz irão acontecer em vários pontos estratégicos da cidade durante todo o ano. “Estamos com as equipes de agentes de trânsito na rua, fiscalizando, notificando e coibindo a ação dos clandestinos que insistem em trabalharem de forma irregular na cidade,” disse.


Durante a blitz os agentes estão requisitando a apresentação os documentos de identificação do veículo e do condutor, como também o uso das faixas laterais de identificação dos veículos destinados ao transporte de passageiros exigidos pelo órgão.


O superintendente Marcos Eduardo ressaltou ainda que o trabalho da STTRANS não pára e que os agentes estão nas ruas para proporcionar um trânsito mais tranquilo e seguro para motoristas e pedestres.


Daniel Almeida

Arquivo do blog